Queda de cabelo: quais são as suas causas e como evitá-la? Aprenda!

Entenda os principais motivos da queda de cabelo e como você pode reverter a situação para fios mais fortes e resistentes. Leia neste artigo!
6 minutos para ler

A queda de cabelo é um problema comum que acomete homens e mulheres de todas as idades. Geralmente, isso está associado a fatores emocionais, hereditários e hormonais. No entanto, é normal caírem entre 50 a 100 fios por dia, portanto, é considerado uma deficiência capilar quando se perde mais de 100 fios diariamente e surgem falhas na cabeça.

Felizmente, existem algumas formas de prevenir, bem como tratar a queda capilar. Entre elas, repor nutrientes por meio do Pill Food de vitamina para cabelo, pele e unhas. Além disso, outros fatores contribuem com a prevenção, podendo retardar a queda e contribuir com o tratamento individual.

Acompanhe nesta leitura mais informações sobre o problema e saiba se cuidar da forma adequada para preservar a saúde do seu couro cabeludo.

Quais as principais causas da queda de cabelo?

Alguns casos de queda são hereditários, por isso, se os seus pais já apresentam algum tipo de calvície ou alopecia, pode ser que você tenha o problema futuramente. Porém, outros fatores são mais determinantes do que a própria hereditariedade. Veja quais são eles nos próximos tópicos.

Estresse

Entre os principais motivos para a queda capilar está o estresse, mas, é claro, um dia ou outro estressante não é o problema. Esse sentimento traz os efeitos colaterais quando os níveis de estresse são muito altos e frequentes, relacionados a trabalho ou a rotina agitada, por exemplo.

O problema se agrava quando somado à ansiedade e depressão. O estresse aumenta o cortisol no organismo que influencia diretamente na queda de cabelo. Além disso, afeta o sono, podendo piorar a situação inteiramente.

Desequilíbrio hormonal

Os hormônios da testosterona, T3 e T4, quando produzidos em larga escala, também causam a queda de cabelo. Nas mulheres, o primeiro hormônio, quando em excesso, resulta no ovário policístico, aumentando pelos em outras regiões do corpo e causando a perda de fios capilares. Já os outros dois hormônios são regulados na tireoide

Quando essa glândula faz alta produção de T3 e T4, acontece a chamada hipertireoidismo que acelera a reprodução de células no couro cabeludo. Enquanto o hipotireoidismo significa a baixa desses hormônios e o resultado é a diminuição do metabolismo que afeta o desenvolvimento dos fios.

Falta de nutrientes

As vitaminas são fundamentais para a saúde do nosso organismo — e isso não é novidade para ninguém. Logo, quando falamos sobre a queda de cabelo, isso não é diferente. As células capilares precisam de colágeno, proteína fundamental para o crescimento. Além de Biotina, Ferro, vitamina C e outras.

Quando há deficiência de algum nutriente importante para a renovação do couro cabeludo, a queda pode acontecer severamente. Inclusive, quando um fio cai, ele não nasce de novo, pois é como se ele ficasse fraco e morresse desde a sua raiz. Portanto, é necessário que nasça um novo fio, mas se os nutrientes estão deficientes no organismo, o ritmo é lento.

Gravidez

A gestação traz muitas mudanças no corpo da mulher, principalmente, relacionadas à parte hormonal. Essas alterações são comuns em resultar em um cabelo mais volumoso e novos fios no início da gravidez. Contudo, nos últimos meses e, ainda mais, no período de amamentação, ocorre uma queda de cabelo mais acentuada.

O motivo é a baixa de alguns hormônios que trabalham no ciclo folicular e o estresse que o corpo da mãe passa no período do parto. Contudo, isso tem tratamento, além de formas de prevenir a queda causada pela gravidez e por outros motivos, o que nos leva ao próximo tópico.

Como prevenir e tratar a queda de cabelo?

Existem formas de amenizar os riscos de perder cabelo, independentemente do seu diagnóstico e histórico familiar. Há também alguns cuidados que podem contribuir para a recuperação dos danos causados com o tempo e outras atitudes. Confira abaixo.

Evite prender ou dormir com cabelo molhado

Os cabelos ficam fragilizados quando estão molhados, pois mudam a elasticidade e a textura dos fios. Por isso, para evitar a queda capilar associada à quebra do cabelo, não o prenda enquanto estiver úmido.

Além disso, dormir com o cabelo molhado pode causar fungos e enfraquecer o couro cabeludo.

Pratique atividades físicas

Reservar alguns minutos do seu dia para praticar atividades físicas trazem benefícios para o organismo de modo geral. Sendo assim, os exercícios ajudam a equilibrar os hormônios, diminuir o estresse e aumentar a oxigenação das células que ajudam na sua renovação. Quando praticado de forma regular, isso influencia no metabolismo e desacelera a queda de cabelo.

Tenha uma alimentação saudável

A melhor forma de tratar a queda de cabelo é cuidar de dentro para fora. Por isso, os alimentos sempre são os melhores aliados para a saúde. Evite comidas gordurosas e de baixa nutrição. Invista em pratos coloridos e leves para melhorar a absorção de nutrientes e o funcionamento do organismo.

Dê preferência aos alimentos que contenham as vitaminas que o cabelo precisa, como carne vermelha, laranja, couve e outros. Além disso, evite dietas da moda e muito restritivas, pois além de influenciarem na queda de cabelo, podem trazer problemas mais graves.

Suplemente nutrientes para o cabelo

Os alimentos sempre são a primeira opção para repor os nutrientes essenciais para o corpo, contudo, não é todo dia que conseguimos ingerir as quantidades necessárias. Por isso, a suplementação é bem-vinda! Você pode consumir vitaminas para o cabelo ou outro tipo de manipulado para complementar o que falta no seu organismo e ajudar a manter a saúde em dia.

Use cosméticos adequados

Tenha sempre atenção com os produtos usados no seu cabelo, alguns são muito agressivos ao couro cabeludo. Já outros produtos estimulam a oleosidade que também causa a queda capilar. Portanto, leia o rótulo e prefira os cosméticos indicados para o seu tipo de cabelo, como ressecado, oleoso, liso e outros.

A queda de cabelo pode acontecer por diversos fatores, como vimos até aqui. Por isso, tenha atenção com os seus hábitos e saúde, tanto física quanto emocional, pois ambas interferem nos seus fios capilares.

Dessa forma, tendo os devidos cuidados e seguindo as dicas que citamos ao longo desta leitura, o seu cabelo ficará mais forte e você evitará a perda de fios.

Este artigo ajudou no seu conhecimento sobre queda capilar? Então, compartilhe o post nas suas redes sociais para que mais pessoas se informem sobre o assunto!

Você também pode gostar

Deixe um comentário