Veja o que é o melasma e como se prevenir

Você tem manchas escuras na pele? Entenda o que é o melasma, quais são os melhores tratamentos e como se prevenir do problema!
3 minutos para ler

O melasma é uma condição comum que atinge muitas pessoas. O surgimento de manchas na pele, sobretudo no rosto, colo, pescoço e braços, é a principal característica desse problema dermatológico. De cores escuras, essas manchas podem atingir as maçãs da face, a testa, o nariz e o buço.

A condição afeta, principalmente, as mulheres (mas também ocorre em homens), o que tem grande impacto na autoestima feminina. O melasma é um distúrbio crônico que precisa de tratamento adequado para que haja melhora no quadro. No entanto, procedimentos que não são bem executados podem, até mesmo, agravar a situação.

Por isso, venha entender um pouco mais sobre as principais causas da condição, além de conhecer os melhores tratamentos e prevenção contra o melasma!

Quais as principais causas do melasma?

Primeiramente, é preciso entender que existem 3 tipos de melasma: o melasma epidérmico (quando o pigmento fica na camada superficial da pele), o melasma dérmico (quando o depósito de melanina fica ao redor dos vasos profundos e superficiais) e o melasma misto (há a presença dos dois outros tipos em diferentes áreas do rosto).

Apesar de estudos na área, ainda não foi encontrada uma causa definida para a condição. Contudo, a exposição solar é um dos fatores que estão ligados ao aparecimento das manchas. Além disso, o uso de medicamentos, questões hormonais, algumas doenças, gravidez, fatores genéticos e uso de anticoncepcionais são algumas das possíveis causas.

O que já ficou claro é que a maioria das pessoas que apresenta o problema tem um histórico de exposição solar sem proteção. O calor e a luz visível são alguns dos fatores que mais agravam o problema, e pessoas com tom escuro de pele têm mais chances de desenvolver a condição.

Quais os tratamentos mais indicados?

Dependendo do tipo de melasma, existem várias possibilidades para solucionar o problema. Há procedimentos estéticos e também uso de medicamentos orais ou tópicos. Veja, a seguir, alguns dos tratamentos recomendados.

Cremes

A utilização de cremes clareadores como ácido glicólico, ácido azelaico, ácido retinoico, peeling de cisteamina e outras fórmulas têm substâncias que ajudam no clareamento das manchas. Contudo, para ter bons resultados, o uso deve ser contínuo e a exposição solar deve ser mínima.

Microagulhamento

Esse é um tratamento estético feito com um rolo de microagulhamento ou dermógrafo, no qual se faz pequenas lesões na pele para ativar os fagócitos, que são células de limpeza que ajudam a eliminar as manchas.

Laser

O tratamento a laser faz impulsos rápidos que produzem choques de energia nos pigmentos presentes na pele, quebrando essas estruturas sem prejudicar outras da derme.

Como se prevenir dessa condição?

A prevenção das manchas causadas pelo melasma deve ser feita, principalmente, pelo uso de protetor solar diariamente (até mesmo em dias chuvosos ou nublados). Portanto, o uso de bonés, guarda-sol e outros tipos de proteção são fundamentais na prevenção.

Dessa maneira, o melasma pode ser controlado a partir do momento que se tomam medidas de prevenção e é feito o tratamento correto. Assim, a pele fica saudável e bonita, melhorando a autoestima de quem sofre com essa condição.

Se você quer mostrar para alguém como cuidar das manchinhas de melasma, compartilhe este conteúdo nas suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe um comentário