Maltodextrina: entenda sua relação com o desempenho físico

Sabia que a maltodextrina retarda a sensação de fadiga durante o treino? Entenda melhor neste artigo em nosso Blog!
3 minutos para ler

A maltodextrina é um suplemento feito à base de maltose e dextrina. Ou seja, trata-se de um carboidrato complexo, classificado como oligossacarídeo, originado da conversão enzimática do amido de milho. Sua concentração de polímeros de glicose fica em torno de 5% a 20%. Assim, ao consumi-lo de forma regular, o indivíduo consegue prevenir a perda de glicose no sangue, principalmente durante os exercícios físicos que precisam de muito esforço. 

Quer entender melhor qual a relação da maltodextrina com o desempenho físico? Continue a leitura do artigo! Vamos lá?

Fornece energia para a prática de atividades físicas

Tomar maltodextrina é fundamental para quem deseja praticar exercícios de musculação e aeróbicos, como corrida, tênis e futebol. Isso porque ela é um carboidrato com grande poder de absorção, fornecendo energia durante o treino e garantindo melhores resultados em sua performance. 

Ajuda no ganho de massa muscular 

Essa substância também é uma grande aliada no ganho de massa muscular, pelo fato de conseguir reproduzir o glicogênio muscular, evitando a perda muscular e contribuindo para otimizar as atividades físicas de atletas e demais praticantes de musculação. 

Contudo, é importante salientar que, para o ganho de massa muscular, não se deve apenas aliar a maltodextrina a treinos específicos, também é importante prestar atenção na alimentação. Faça uma dieta equilibrada e que tenha muitos alimentos naturais. Isso vai ajudar no equilíbrio do corpo e na manutenção da saúde. 

Evita a perda de glicose durante o treino

A maltodextrina tem um alto índice glicêmico, que varia entre 85 e 105, valores próximos da tapioca ou do pão. O que significa que esse suplemento é um grande aliado de quem busca repor energia de forma rápida durante o treino, pois fornece a liberação gradual da glicose ao longo da atividade física. 

Auxilia na regulação da pressão osmótica

Você já sabe que a maltodextrina pode evitar a perda de glicose durante o exercício físico, não é mesmo? Contudo, o que pode ser uma novidade é o fato disso contribuir na regulação da pressão osmótica. Isso acontece porque essa substância tem uma digestão mais rápida que outros carboidratos complexos, como macarrão e arroz, evitando a perda de energia. 

Retarda a sensação de fadiga

Muitas pessoas sentem fadiga durante o treino, não é mesmo? A boa notícia é que a maltodextrina pode retardar a fadiga e evitar o catabolismo muscular. Isso acontece pelo fato desse componente ser um carboidrato complexo, criado em laboratório com o objetivo de aumentar o índice de glicose nas células. 

O suplemento deve ser consumido para equilibrar os níveis de glicose e garantir mais energia durante o treino. Para isso, é recomendado consumir no pré-treino de exercícios aeróbicos, até 30 minutos antes da atividade física. Já para quem faz musculação, é indicado consumir até 1h depois da finalização do treino.

A maltodextrina pode ser ingerida junto com água, chá ou suco, sendo diluída em cerca de 6% a 8% do líquido. Contudo, antes de consumi-lo, é preciso buscar orientação de um profissional de saúde e/ou nutrição, para que ter os melhores resultados, evitando efeitos colaterais. 

Gostou do artigo? Então, compartilhe em suas redes sociais. Os seus amigos vão adorar saber sobre a relação entre a maltodextrina e o desempenho físico!

Você também pode gostar

Deixe um comentário