Envelhecimento precoce: quais cuidados com a pele podem evitá-lo?

6 minutos para ler

Você sabe o que caracteriza o envelhecimento precoce da pele? Consegue identificar os primeiros sinais que indicam o seu surgimento? Está por dentro dos métodos que podem ser utilizados — como o Pill Food — para a sua redução?

Mais do que nunca, estamos rodeados de produtos que vendem soluções “milagrosas”, de uma infinidade de dermocosméticos que “precisam” fazer parte da sua rotina de skincare e de procedimentos estéticos que puxam aqui e acolá e prometem rejuvenescer a cútis. Por isso mesmo, bombardeados com tantas informações e novidades que chegam ao mercado em um ritmo aceleradíssimo, é bastante natural sentir-se um pouco perdido.

Justamente pensando nisso, sem rodeios e métodos mirabolantes, neste conteúdo, vamos explicar o que, de fato, representa o envelhecimento precoce da pele. Além disso, abordaremos algumas dicas de prevenção nas quais vale a pena realmente investir. Vamos lá!

O que é o envelhecimento precoce da pele e quais são os seus principais sinais?

Em termos bastante simples, já que a ideia é tornar o entendimento facilitado, podemos definir o envelhecimento precoce da pele como o seu “desgaste” acelerado. O seu surgimento pode se dar ainda na juventude, seja por meio de agressões externas (como a poluição e a radiação solar), seja em razão de fatores internos (como a própria genética do indivíduo).

Os principais sinais que “acendem” o alerta são: 

  • o surgimento de manchas escuras, geralmente provenientes da exposição solar sem proteção e em excesso;
  • o aparecimento de linhas de expressão e rugas, principalmente na testa, ao redor dos lábios — o velho e conhecido “bigode chinês” — e ao redor dos olhos (também conhecidos como “pés de galinha”). Nesse caso, a maior motivação para tal é a perda de colágeno e de elastina, prejudicando a firmeza da pele;
  • o excesso de flacidez, já que o envelhecimento precoce acaba por tornar a pele menos firme e mais fina, o que acontece em razão da ausência de hidratação e da perda de gordura;
  • a presença de olheiras intensas, que são um indicativo de que, provavelmente, a sua pele não está tão saudável como deveria.

Como prevenir e tratar essa condição de forma eficaz?

É claro que o envelhecimento da pele é um processo extremamente natural e pelo qual todos nós passamos. Entretanto, quando acontece de forma precoce, é importante que algumas ações sejam colocadas em prática para que a condição seja tratada — e, é claro, se for possível prevenir o seu surgimento, melhor ainda! Por isso, a seguir, confira algumas dicas realmente eficazes para alcançar os melhores resultados.

Tenha uma especial atenção à alimentação

A alimentação influencia praticamente todos os aspectos da nossa saúde e isso é um fato, é incontestável. Entretanto, você sabia que ela é, praticamente, um dos fatores mais importantes para preservar a pele saudável e bonita?

Sim, a ingestão dos alimentos “certos” pode não apenas combater inflamações, mas também contribuir positivamente para a renovação da pele (tanto do rosto quanto do corpo) e para a prevenção do envelhecimento precoce. Sendo assim, a partir de hoje, experimente incluir na sua dieta:

  • cenouras, que, além de serem aliadas dos adeptos a uma pele bronzeada, ajudando a mantê-la assim por mais tempo, têm altas quantidades de vitamina A. Ou seja, elas ajudam a prevenir a oleosidade em excesso, auxiliam no clareamento de manchas e ainda reduzem as suas chances de desenvolver câncer de pele;
  • pimentões vermelhos, que, tanto crus quanto cozidos, entregam ao corpo toda a quantidade de vitamina C de que ele precisa diariamente. Além disso, eles são extremamente ricos em carotenoides, evitando, assim, o aparecimento das temidas espinhas e o surgimento das rugas;
  • espinafres, que são conhecidos por serem excelentes fontes de magnésio, ferro, clorofila, fibras e proteínas — todas as substâncias superbenéficas para manter a pele saudável. Como um plus, eles ainda têm as vitaminas C e E funcionando como antioxidantes altamente poderosos para o combate aos radicais livres, também protegendo diretamente a pele do envelhecimento precoce. 

Use protetor-solar diariamente

Se você quer manter uma pele mais jovem e saudável por mais tempo, jamais negligencie o uso do protetor-solar. Isso porque, como dito, o seu envelhecimento está bastante relacionado a aspectos externos, como a poluição e a exposição ao sol. Esse último, inclusive, causa o ressecamento da cútis, resultando na desidratação, no aparecimento de linhas de expressão e de rugas e também na flacidez.

Além disso, os raios UVB e UVA conseguem penetrar na pele de forma bastante profunda, gerando pintas, manchas e sardas. Sendo assim, para assegurar que ela estará protegida contra todos esses elementos prejudiciais, faça do uso do protetor-solar um hábito diário. Apenas procure uma orientação para adquirir o produto certo para o seu tipo de pele, a fim de evitar espinhas e cravos, por exemplo.

Aposte no uso de suplementos

Embora o melhor caminho seja sempre a prevenção, às vezes, nós nos encontramos em uma situação em que é necessário tratar um problema que já se faz presente. Nesse caso, os suplementos podem ser excelentes alternativas, indo além de uma medida preventiva e, de fato, combatendo uma condição existente.

É o caso, por exemplo, do GliSODin, que é uma solução inovadora para tratar ou prevenir o surgimento ou o aumento do melasma, caracterizado por manchas mais escuras na pele. Mais uma opção que traz incríveis resultados é o suplemento composto de colágeno e vitaminas C e E, que atua na reposição dessa proteína estrutural, promove a firmeza da pele, tem ação antioxidante e ainda reduz os demais sinais de envelhecimento.

Apenas vale ressaltar que, de forma prévia, é sempre fundamental consultar um profissional. Ele poderá indicar a melhor alternativa para o seu caso específico, avaliando as suas necessidades. 

Como visto, quando a finalidade é prevenir o envelhecimento precoce da pele, há muitas ações que podem ser colocadas em prática — até mesmo as mais simples, como procurar ter um sono de melhor qualidade e uma rotina de skincare (que não necessariamente precisa envolver o uso de milhares de produtos). Entretanto, o mais recomendável para atingir melhores resultados é cuidar da pele “de dentro para fora”, o que implica a ingestão das substâncias necessárias, seja por meio da alimentação, seja por meio da suplementação, quando cabível.

Entretanto, você sabia que, além de procurar uma orientação profissional, é importante contar com uma farmácia confiável para a manipulação e para a compra de suplementos? Que tal conhecer a B3 Farma? Visite a nossa loja virtual e saiba mais sobre nós!

Você também pode gostar

Deixe um comentário