4 dicas de como diminuir a flacidez da barriga

Ter o abdômen flácido é um problema indesejado. Acompanhe este post, veja as causas e como diminuir a flacidez da barriga!
4 minutos para ler

Ter o abdômen flácido é um problema indesejado tanto para os homens como para as mulheres. Por isso, buscar alternativas de como diminuir a flacidez da barriga é bastante comum. Principalmente a partir dos 30 anos, faixa etária na qual desperta maior concentração de gordura abdominal.

Por meio da mudança de alguns hábitos é possível reverter a situação, prolongar a juventude, ter mais saúde e, claro, ter uma barriga mais firme ou até definida — mesmo que nunca você tenha alcançado essa característica quando mais jovem. Afinal, existem métodos e produtos para auxiliar na chegada desse objetivo.

Por isso, acompanhe este post e veja as causas da flacidez abdominal e como diminuir o problema. Boa leitura!

Quais as causas da flacidez?

Entre as principais causas da barriga flácida, assim como o acúmulo de gordura abdominal, estão os hábitos como: sedentarismo, alimentação pobre em nutrientes, excesso de bebidas alcoólicas e refrigerantes, tabagismo e variações consideráveis de peso.

Além desses fatores, depois dos 30 anos a produção de colágeno e a massa muscular diminuem gradativamente. Como resultado, a flacidez da pele e o ganho de gordura aumentam. Por isso, quanto mais cedo você começar a se cuidar, melhor serão os seus resultados e menos difícil para manter o fortalecimento da pele e musculatura.

Como diminuir a flacidez da barriga?

A flacidez não ocorre da noite para o dia, por isso, a reversão desse processo também é lenta — às vezes, até mais demorado para perder do que ganhar. Mas, com as dicas a seguir, será possível conquistar um tônus abdominal melhor e mais rápido do que você espera.

1. Tenha uma boa alimentação

O consumo de alimentos, como doces, biscoitos, pães com farinha branca e outros industrializados, podem até oferecer energia, mas são de baixo valor nutricional. Por isso, sempre dê preferência aos alimentos naturais, coloridos e ricos em nutrientes.

Consuma legumes, frutas, carnes magras, ovos e queijos, além dos carboidratos como batata inglesa, batata doce, arroz, feijão etc. Para montar um cardápio saudável, procure ter medidas e equilíbrio nas refeições, por exemplo, evitar a ingestão só de carboidrato no café da manhã.

2. Pratique atividades físicas

O corpo do ser humano não foi feito para ser sedentário; se isso acontece, o acúmulo de gordura aumenta e outros problemas de saúde surgem. Por isso, reorganize a sua rotina para manter uma frequência de exercícios físicos, pelo menos 3 vezes por semana.

Exercícios de força e de resistência, como a musculação e as ginásticas localizadas, são ideais para a queima de gordura, assim como para a diminuir a flacidez da barriga. No entanto, as caminhadas intensas, as corridas ou as peladas também são bem-vindas nesse processo.

3. Use a suplementação

Quando a alimentação e a rotina de treinos já fazem parte do seu cronograma, a suplementação pode ser uma aliada. Alguns suplementos podem auxiliar na queima de gordura, diminuir a flacidez e estimular a produção de colágeno e ganho de massa magra. No entanto, busque um profissional da saúde para indicar o melhor produto.

4. Beba (muita!) água

A hidratação com água ajuda no funcionamento dos órgãos, como o fígado, para metabolização da gordura e conseguir aproveitar melhor a energia. Também contribui para evitar a retenção de líquido, inchaço e melhora o funcionamento do intestino.

Por fim, diminuir a flacidez da barriga exige um conjunto de ações, mas não é nada impossível de conquistar. O segredo não é seguir as dicas acima até chegar ao seu objetivo, mas sim, usá-las como uma nova rotina de vida para prolongar a juventude, ter mais saúde e melhorar o aspecto da pele.

Você gostou das dicas deste post? Então, aproveite para compartilhar nas suas redes sociais para mais pessoas lerem o conteúdo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário