Veja como funcionam os bloqueadores de carboidrato

Veja como funcionam os bloqueadores de carboidrato
4 minutos para ler

Também conhecidos como inibidores de amido, os bloqueadores podem auxiliar no impedimento da ação de enzimas que são necessárias para a digestão de alguns tipos de carboidratos. A suplementação com bloqueador de carboidrato é indicada para pessoas que desejam perder gordura corporal sem precisar de grandes alterações na dieta diária.

A principal função desses suplementos é impedir que grandes quantidades de hidratos de carbono sejam absorvidas, transformadas em açucares e armazenadas em forma de gordura pelo organismo. Veja, a seguir, como os bloqueadores de carboidratos funcionam e como utilizá-los!

A conversão dos carboidratos no organismo

Como os carboidratos são a principal fonte de energia para o organismo, ele tenta obtê-los de qualquer nutriente ingerido. Assim, os alimentos que são ricos em amido, como a batata, o arroz e as massas, são decompostos em partículas menores, a fim de convertê-los em energia.

Uma vez que as calorias são geradas, se elas não forem gastas em atividades físicas, são armazenadas em forma de gordura. O bloqueador faz com que os carboidratos passem diretamente através do sistema digestivo antes que eles sejam transformados em gordura. Assim, ele evita que o amido ingerido seja convertido e reduz a quantidade de calorias, promovendo uma redução do peso.

A composição dos bloqueadores

Um bloqueador de carboidrato formulado com ingredientes naturais é a opção mais saudável para quem deseja perder peso com suplementação. Para isso, ele deve conter a Faseolamina (extraída de feijões) e a Cassiolamina (retirada da planta Cássia Nomame).

Esses compostos são normalmente utilizados para reduzir a absorção de carboidratos e gorduras, bem como para a melhoria do funcionamento do intestino, proporcionando sensação de saciedade e efeitos diuréticos. Além disso, a melhor composição deve conter ainda a Insea2, que inibe dois tipos de enzimas envolvidas na digestão de carboidratos: a alfa-glucosidase e a alfa-amilase.

Isso porque os bloqueadores simples de amido agem inibindo apenas a alfa-amilase. Dessa forma, ao bloquear ambas as enzimas, o suplemento consegue evitar grande parte da absorção dos carboidratos, fazendo com que eles sejam eliminados nas fezes.

A ação do bloqueador de carboidrato

Os bloqueadores agem por meio da inibição de enzimas que metabolizam os carboidratos complexos, impedindo que eles aumentem o açúcar no sangue ou forneçam calorias. Quando os carboidratos não digeridos passam pelo intestino, atuam como amido resistente.

No entanto, essa ação ocorre em apenas uma pequena porcentagem de carboidratos e, portanto, a sua eficácia depende do tipo de carboidrato ingerido. O amido resistente proporciona vários benefícios para a saúde, como:

  • redução na gordura corporal;
  • aumento de bactérias intestinais saudáveis;
  • melhoria no controle de açúcar no sangue e da sensibilidade à insulina;
  • aumento da quantidade de gordura queimada após as refeições.

A forma correta de utilizar o suplemento

Para obter melhores resultados, a suplementação deve ser feita antes das refeições, para que a Faseolamina possa agir fazendo com que os carboidratos contidos nos alimentos passem pelo sistema digestivo antes de serem transformados em gordura.

Embora os bloqueadores possam proporcionar benefícios, como perda de gordura corporal, redução do colesterol e dos níveis de açúcar no sangue, é importante considerar que os suplementos não substituem um estilo de vida saudável. Nesse sentido, uma dieta equilibrada e exercícios físicos são necessários para efeitos duradouros.

Como vimos, o bloqueador de carboidrato pode ser um grande aliado da perda de peso corporal e até das pessoas que apresentam diabetes e colesterol alto. Mas é preciso considerar que a utilização de suplementos deve ser feita com base em acompanhamento e prescrição médica.

Gostou deste artigo? Encontre mais detalhes sobre bloqueador de carboidrato natural no site da B3Farma!

Você também pode gostar

Deixe um comentário